Devocional

Uma vida significativa

“Entrai pela porta estreita (larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta e apertado o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela” (Mateus 7)

Existe uma tendência natural de sermos conduzidos, não por convicções, mas pelo senso comum. Na maioria das vezes, somos desprovidos de qualquer valor crítico, levados apenas pelo status social. Somos guiados pela multidão. Esse é o caminho fácil, sem reflexão, da “porta larga, caminho espaçoso”, do “deixa a vida me levar”. Quando Jesus falou que seríamos sal da terra e luz do mundo, estava nos advertindo para não sermos, apenas, uma reprodução da cultura do nosso tempo. Sal da terra e luz do mundo, porque nossa vida, quando necessária, seria um contraste, uma contracultura. Luz, porque seríamos brilho no meio da escuridão; sal, porque daríamos um sentido, sabor à vida. Disse Jesus: “Eis que vos envio como ovelhas para o meio de lobos”. Em um mundo feio, sem sentido, desumano, somos enviados para sermos um contraste, uma contracultura, “ovelhas no meio de lobos”. Fomos enviados para construir uma vida que expresse beleza, que faça sentido, que manifeste humanidade. Se a cultura é ser desonesto, que eu seja honesto; se é ser desleal, que eu seja leal; se é ser incompassível, que eu seja conciliável; se é ser sem misericórdia, que eu tenha misericórdia. O caminho que conduz a uma vida bonita, sempre terá trabalho, esforço, suor e lágrimas. Porém, quero trazer uma boa notícia: Você já tem o que é necessário para edificar essa relevante vida! Ela será construída com espírito de coragem, intrepidez, ousadia – e isso Deus colocou em todos nós, quando soprou seu espírito na criação. O apóstolo Paulo, escrevendo sua segunda epístola ao jovem Timóteo, disse: “Porque Deus não nos tem dado espírito de medo ou de covardia, mas de coragem”.
Quero desafiar você a suscitar esse atributo de coragem, intrepidez e ousadia, que já mora na sua interioridade. Quem sabe as dificuldades, decepções, traumas e calaram esse espírito que foi colocado por Deus quando você ainda estava sendo gerado. Creia que existe em você, força suficiente para “entrar pela porta estreita, pelo caminho apertado”, e construir uma vida que vale a pena. Eu quero orar com você: “Pai, nos faz ser sal da terra e luz do mundo nessa sociedade sem sabor, sem direção. Que tenhamos um espírito de coragem, para resistirmos o caminho da multidão; para entrarmos pela porta estreita, pelo caminho apertado, e termos uma significativa história de vida. Para nosso bem e tua glória. Amém!”

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *