Devocional

Trazendo nas mãos os seus feixes

Quando o Senhor restaurou a nossa sorte, ficamos como quem sonha. Então, a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de júbilo; então se dizia entre as nações: Grandes coisas o Senhor tem feito por eles. Com efeito, grandes coisas o Senhor tem feito por nós; por isso, estamos alegres. Restaura, Senhor, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe. Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão. Quem sai andando e chorando, enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes(Salmo 126)

Esse salmo é um cântico de agradecimento, pela liberdade do povo que estava saindo do cativeiro babilônico. Interessante que mesmo em meio as dificuldades, fala da sorte da restauração trazida por Deus. É como se estivessem dizendo: Somos um povo de sorte, Deus está conosco, todo mundo está enxergando isso, até os que não creem em Deus, mas existe um vale seco. O povo está maravilhado com a libertação, mas tem um problema, não têm para onde ir. Para onde vão e como vão fazer para construir uma nova vida? Por isso o salmista fala que os que saem andando e chorando enquanto semeiam, voltarão com alegria, trazendo nas mãos os bons resultados. Esse é o retrato da realidade da nossa vida. A benção e dádiva de Deus, não nos deixa sem tarefa, sem labor, sem dificuldades, sem suor e lágrimas. Por isso que a oração do salmista, é: “Restaura Senhor a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe”. Você pode ser uma pessoa extremamente abençoada por Deus e está passando por um vale de lágrimas. Você pode há bem pouco tempo ter falado que Deus te abençoou e estar passando por uma visível dificuldade. Saiba que a vida de fé é assim. Mas eu tenho uma boa notícia para o seu dia de hoje: Apesar das lágrimas, pode continuar andando, porque aquele que começou a boa obra na tua vida, é fiel para completá-la. A nossa oração tem que ser: “Restaura, Senhor, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe”.

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

14 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *