Sem classificação

Os olhos da fé

“Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas” (2 Coríntios 4)

O Livro dos Provérbios, no capítulo 4, diz: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu pensamento, porque dele procedem as fontes da vida”. O pensamento é o que há de mais importante para nossa fé. Ele acontece com a nossa capacidade imaginativa. Tudo que vamos realizar, mesmo que não percebamos, acontece, primeiro, no nosso pensamento. Enxergamos com o nosso pensamento, aquilo que para nós ainda é invisível. Assim também é o caminho da fé. O apóstolo Paulo, mesmo sendo íntegro, verdadeiro, leal, estava passando por grande dificuldade, quando disse: “Não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas”. Contemplava pela fé, um futuro prometido por Deus. Mesmo que estejamos enxergando tribulações, dificuldades, precisamos enxergar pela fé, através do nosso pensamento, as promessas de Deus para nossas vidas. Eu quero orar com você: “Pai, ajuda-nos a resistirmos no dia da tribulação. Mesmo que enxerguemos diante de nós as dificuldades, ensina-nos a vermos as tuas promessas de refrigério através dos olhos da fé. Para nosso bem espiritual e tua glória. Amém!

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *