Sem classificação

O tempo presente e a eternidade

“Tudo fez Deus formoso no seu devido tempo; também pôs a eternidade no coração do homem e da mulher, sem que estes possam descobrir as obras que Deus fez desde o princípio até ao fim. Sei que nada há melhor para o homem e para a mulher, do que regozijar-se e levar vida regalada; e também que é dom de Deus que possa o homem comer, beber e desfrutar o bem de todo o seu trabalho. Sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe pode acrescentar e nada lhe tirar; e isto faz Deus para que os homens e as mulheres temam diante dele. O que é já foi, e o que há de ser também já foi; Deus fará renovar-se o que se passou” (Eclesiastes 3)

Quando se trata de tempo, precisamos lidar com muita reverência. A vida é feita com a presença do tempo. É o que há de mais sagrado. Acredito que foi por isso que a palavra santo, no hebraico kadosh, apareceu pela primeira vez na bíblia, em relação ao tempo. No livro do Gênesis, diz que depois de haver Deus criado o mundo, santificou o intervalo de um dia, santificou o tempo. Esse texto que lemos traz um detalhe importante sobre o tempo. Diz que Deus colocou a eternidade no coração do homem e da mulher, sem que eles compreendessem a sua plenitude. Como disse o teólogo Anselm Grün, a eternidade é um tempo presente. O texto está dizendo que Deus colocou nos nossos corações, o sentimento de que a vida plena está num tempo presente. Não está no passado, nem no futuro, mas, num tempo que se chama hoje. Precisamos de reverência e temor para lidarmos com esse tempo presente. O texto diz que Deus traz toda vida diante de nós, hoje, aqui e agora. Deus pode ressignificar um passado trágico, trazendo sentimentos de edificação; e Deus pode nos fazer enxergar o futuro com esperança, mesmo quando os ventos soprarem contrário. Eu quero orar com você: “Pai, ajuda-nos a lidarmos com a eternidade, com esse tempo presente. Que nossa vida não se encontre nem no passado, nem no futuro, mas no tempo que se chama hoje. Para nosso bem e tua glória. Amém!

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *