O poder da amizade
Devocional

O poder da amizade

“Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes. É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o SENHOR a sua bênção e a vida para sempre” (Salmo 133)

É provável que você conheça alguém que sofre de algum tipo de depressão, pois já é considerada uma epidemia no século 21. Essa sensação de que a vida parou, tudo é velho, nada se renova; são sintomas de desfalecimento, desânimo, desesperança, tristeza na alma. O salmista Davi traz uma orientação para lidarmos com esse mal: ele diz que a união, a amizade, é o bálsamo que refrigera a alma. Essa orientação é um desafio para nossa geração sem vínculos e individualista. O salmo diz: “Como é bom a união, pois é comparada ao óleo precioso da unção”. No mundo antigo, o óleo era aplicado nos ferimentos para alívio das dores, não só físicas, mas também da alma. O salmo traz outra comparação, pois diz: “A união é como o orvalho do Hermom”. O orvalho do monte trazia a ideia de renovação, pois tornava-se novo todas as manhãs. É como se a amizade restaurasse a alma necessitada de renovação. Eu queria falar a você que sofre angústias: Não se isole, aproxime-se de um amigo, hoje, nesse dia que se inicia; isso vai trazer alívio para sua alma. Também queria fazer um apelo: Seja um instrumento de cura para aqueles que estão angustiados na alma, ofereça sua amizade nesse dia que se inicia. A Bíblia diz através do profeta Isaías, que Deus deseja fazer de você esse óleo da unção, que traz sentimentos de alegria, de renovação aos que estão entristecidos na alma. É no capítulo 61, que diz: “O espírito do Senhor Deus está sobre ti, porque Ele te ungiu para consolar os que choram, pôr sobre os que estão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria em vez de pranto, veste de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo Senhor para a sua glória”. Ore comigo: “Pai, usa-nos nesse dia como um bálsamo refrigerante, para alívio da alma daqueles que sofrem ao nosso redor, quer seja na nossa casa, no nosso trabalho, ou por onde passarmos; que a doação da nossa amizade leve conforto e alegria àqueles que necessitam. É o que te pedimos. Amém!”

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

10 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *