Devocional

O Deus da amizade

“Quando ouviram a voz do Senhor Deus, que andava no jardim pela viração do dia, esconderam-se da presença do Senhor Deus, o homem e a mulher, por entre as árvores do jardim” (Gênesis 3)

Sempre quando leio essa narrativa, percebo que Deus estava desenvolvendo uma relação de amizade com a sua criação. Imagine Deus colocando duas árvores no meio do jardim, que eram como dois enigmas, como que dois segredos. Parece-me que Deus queria contar algo muito importante, mas antes precisaria desenvolver uma relação de amizade. Quando conheci Fernanda, que hoje é minha esposa, não saí contando tudo a meu respeito, precisei de um tempo fortalecendo nossa amizade, para então contar algumas coisas que julgava importantes. Tenho um palpite de que Deus queria chamar Adão e Eva de amigos, mais antes que isso acontecesse, houve uma ruptura. Depois daquela ruptura, a primeira pessoa que Deus escolhe para conserto do plano inicial, foi Abraão, e o chamou de amigo. Depois de Abraão, foi necessário um outro chamamento para a grande missão de tirar o povo hebreu do cativeiro egípcio. Deus chama Moisés e o trata como amigo. A Bíblia diz que Deus falava a Moisés como quem fala a um amigo. O novo testamento narra o ministério de Jesus, que depois de ter formado a comunidade dos apóstolos e ter andado com eles por algum tempo, os chamou de amigos. João 15, disse Jesus aos seus discípulos: “Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que tem no coração do seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi do meu Pai vos tenho dado a conhecer”. Deus quer desenvolver uma relação de amizade com você, quer compartilhar os segredos do seu coração. Se você me perguntar: Como? Eu responderei: Na disposição de desenvolver sentimentos de bondade, benignidade, generosidade, misericórdia, empatia, através dos relacionamentos humanos. Abraão, Moisés e Jesus, tinham isso em comum. Eu quero orar com você: “Pai, nos enche de sentimentos de bondade, benignidade, generosidade e empatia por pessoas que estão próximas a nós. Que façamos isso conscientes de que esse é o desejo do teu coração. Para a tua glória e nosso crescimento espiritual. Amém!”

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *