Devocional

Mensageiros da paz

Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus” (Mateus 5)

Uma das virtudes que mais nos humaniza, é a da pacificação. O pacificador aqui nesse texto que lemos, é mais que alguém que pratica uma ação de pacificar; é ter na sua essência um espírito de pacificação. A palavra no grego é “EIRĒNOPOIOS”, manifestador da paz, condutor da paz. É aquele que carrega naturalmente em si, sinais de pacificação. A Bíblia diz em provérbios 6: “Seis coisas Deus aborrece e a sétima sua alma abomina: Olhos altivos, língua mentirosa, mãos violentas, coração que trama iniquidade, pés que se apressam para o mal, testemunha falsa, e o que semeia contenda entre irmãos”. É abominável, detestável, repulsante, Deus repele a promoção de contenda. Todo ambiente de contenda traz indicação da ausência de Deus, e, todo ambiente de paz, traz indicação da presença de Deus. Jesus, disse: “Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus”. É como se Jesus dissesse: “Bem-aventurado aquele que é um referencial de paz, porque será visto como uma pessoa de Deus”. Você será visto como filha ou filho de Deus, quando as pessoas enxergarem em você, um lugar de paz e não contendas. Nosso tempo precisa de homens e mulheres com espírito de paz. Percebemos hoje um clima de polêmica, contenda, animosidade. A impressão que temos, é que foi deflagrada uma cultura de rivalidade, as pessoas procuram motivos para se posicionarem para a guerra. Eu quero propor um exercício no dia de hoje: A Bíblia diz, que no nosso cotidiano devemos vigiar nossas ações. Em toda conversa, diálogo, discussão, você vai vigiar para não promover contenda, ao contrário, vai se esforçar para manifestar um espírito de paz. Saiba que ser pacificador não é concordar com tudo, mas encontrar um caminho para a promoção da paz. Eu quero orar com você: “Pai, nos capacita a sermos pacificadores, referenciais de paz. Em tudo que formos falar ou fazer no dia de hoje, na nossa casa, no nosso trabalho, nas nossas relações, que nos esforcemos para promover harmonia e não guerra. A Bíblia diz que o teu reino é plantado com trabalho, esforço e coragem, por isso nos auxilia. Para tua glória é que te pedimos. Amém!”.

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *