Devocional

Frutificando no espírito

“Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte; nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa” (Mateus 5)

O apóstolo Paulo diz na sua carta aos Efésios, que somos feituras de Deus, criados para as boas obras. Todos nós fomos feitos para termos uma humanidade bonita. Quando o texto diz que não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte, é que não devemos frustrar nossa criação, esconder nossas inerentes virtudes humanas. Fomos feitos para expressar uma beleza humana. Essa beleza já está aí com você, mora na sua estrutura. Não é nada que você precise ir buscar noutro lugar ou que esteja fora do seu alcance. Existe uma capacidade em você de manifestar virtudes, como: empatia, solidariedade, mansidão, domínio próprio, fidelidade, lealdade. É o que a Bíblia chama de fruto do espírito. Toda nossa capacidade de manifestar beleza humana, mora na nossa fragilidade. A mesma fragilidade, que sendo mal-usada torna uma vida feia, se usada na busca do fruto do espírito, tornará essa mesma vida bonita. Por isso, na primeira carta de Paulo aos Coríntios, no capítulo 1, diz: “Visto que Deus não chamou poderosos, pelo contrário, escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes e escolheu as coisas humildes, as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são”. Já encontrei dentro de presídios, pessoas frágeis, com uma humanidade bonita, mas que usaram suas fragilidades de forma errada. Fragilidades que se usadas na busca do fruto do espírito, teriam manifestado coisas bonitas, edificantes. Teriam sido como uma cidade edificada sobre um monte, teriam cumprido o propósito para o qual foram criadas. Eu quero orar com você: “Pai, ajuda-nos a sermos uma cidade edificada sobre um monte. Ajuda-nos a cumprirmos o propósito para o qual fomos criados. Nos traz coragem e sabedoria, para buscarmos o fruto do espírito. Ajuda-nos a não enterrarmos os nossos talentos, nem escondermos a beleza da nossa fragilidade humana. Capacita-nos a manifestarmos aquilo que é visto com louvor. Para tua glória. É o que te pedimos. Amém!”.

Flávio Leite


* Ao clicar em uma das imagens abaixo e efetuar compra, você contribui para manter este projeto no ar

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *