florescendo-como-a-palmeira-flavio-leite-devocional-salmos
Devocional

Florescendo como a palmeira

“Bom é render graças ao SENHOR e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo, anunciar de manhã a tua misericórdia e, durante as noites, a tua fidelidade, com instrumentos de dez cordas, com saltério e com a solenidade da harpa. Pois me alegraste, SENHOR, com os teus feitos; exultarei nas obras das tuas mãos. Quão grandes, SENHOR, são as tuas obras! Os teus pensamentos, que profundos! O inepto não compreende, e o estulto não percebe isto: ainda que os ímpios brotam como a erva, e florescem todos os que praticam a iniquidade, nada obstante, serão destruídos para sempre; tu, porém, SENHOR, és o Altíssimo eternamente. Os meus olhos veem com alegria os inimigos que me espreitam, e os meus ouvidos se satisfazem em ouvir dos malfeitores que contra mim se levantam. O justo florescerá como a palmeira, crescerá como o cedro no Líbano. Plantados na Casa do SENHOR, florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice darão ainda frutos, serão cheios de seiva e de verdor, para anunciar que o SENHOR é reto. Ele é a minha rocha, e nele não há injustiça” (Salmo 92)

Esse é um salmo de agradecimento. Feito para ser recitado nos dias de sábado, nas ocasiões das celebrações judaicas. O salmista está cheio de gratidão, mesmo percebendo o crescimento dos perversos. Mesmo enxergando a prosperidade dos planos iníquos dos que praticam maldade, o salmista exalta poeticamente o Deus da sua salvação. Sabe que aqueles projetos impiedosos perecerão, que só os planos de bem florescerão, por isso, diz: “O justo florescerá como a palmeira, crescerá como o cedro no Líbano. Plantados na Casa do SENHOR, florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice darão ainda frutos, serão cheios de seiva e de verdor, para anunciar que o SENHOR é reto”.

Eu quero orar com você: “Pai, nos dá forças para cantarmos firmes no dia da angústia. Queremos enxergar com esperança, mesmo percebendo a prosperidade dos que praticam a iniquidade. Nos traz a certeza de que floresceremos como a palmeira, de que cresceremos como o cedro no Líbano. Nos traz convicção de que no tempo certo, frutificaremos de forma abundante. Para glória do teu nome e edificação das nossas vidas. Amém!”

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *