enxergando-com-esperanca-devocional-flavio-leite
Devocional

Enxergando com esperança

“Veio sobre mim a mão do SENHOR; ele me levou pelo Espírito e me deixou no meio de um vale que estava cheio de ossos, e me fez andar ao redor deles; eram mui numerosos na superfície do vale e estavam sequíssimos. Então, me perguntou: Filho do homem, acaso poderão reviver estes ossos? Respondi: SENHOR Deus, tu o sabes. Disse-me ele: Profetiza a estes ossos e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do SENHOR. Assim diz o SENHOR Deus a estes ossos: Eis que farei entrar o espírito em vós, e vivereis. E sabereis que eu sou o SENHOR” (Ezequiel 17)

O profeta Ezequiel passou por um tempo de muita dificuldade. Foi levado para a Babilônia como prisioneiro de guerra. Continuou exercendo seu ministério, em meio a muita desesperança no coração dos exilados. Ezequiel precisava enxergar com os olhos da fé. Precisava ver o que muita gente não estava vendo. Tem uma coisa nesse texto que lemos que julgo de muita relevância. Deus quer orientar o profeta Ezequiel e para isso, fez uma pergunta. A narrativa diz que Deus levou Ezequiel pelo Espírito, o colocou no meio de um vale cheio de ossos de cadáveres, e perguntou: “Filho do homem, acaso, poderão reviver estes ossos?”. A pergunta que Deus estava fazendo, era: Ezequiel, como é que você está vendo essa situação? Ezequiel, você acredita que existe esperança diante disso que você está vivendo? Eu não quero ser simplista, nem tenho a pretensão de trazer uma mensagem irreal. Mas existe situação, em que a única coisa que podemos fazer, é enxergar com esperança. Acreditar que o melhor ainda está para acontecer. Enxergar e discernir, o que muitos não estão enxergando nem discernindo. Quando vejo essa experiência do profeta Ezequiel, sei que Deus queria fortalecer o coração do profeta. Deus queria revelar seus sentimentos, na interioridade do profeta Ezequiel. Mesmo que na exterioridade tudo estivesse caótico, desarrumado, Deus queria arrumar todas as coisas na interioridade de Ezequiel. Deus deseja arrumar a nossa interioridade, nesse momento de tanta desarrumação na nossa exterioridade. Deus quer nos trazer uma visão de esperança. No Livro de Jeremias, no capítulo 29, diz: “Eu é que sei que planos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; planos de bem e não de mal, para vos dar um futuro desejável”. Deus quer visitar nossa interioridade com paz, nesse tempo de guerra. Eu quero orar com você: “Pai, queremos nos sentir como o salmista Davi, quando disse: ‘Ainda que um exército se acampe contra nós, mesmo assim não se atemorizará os nossos corações. E se contra nós estourar a guerra, mesmo assim teremos confiança’. Ajuda-nos a enxergarmos esse momento, com o teu olhar, Senhor. Para nosso bem e tua glória. Amém!

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *