Devocional

Aquietando o coração

“Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal” (Mateus 6)

Existe um termo no grego, que sua ideia é muito recorrente na bíblia, que é a palavra hades. Apesar de significar lugar dos mortos, na realidade se aplica melhor a ideia de lugar de tormento. No sentido figurado, é uma espécie de inferno.
Vivemos num mundo onde as pessoas estão atormentadas pela expectativa do dia de amanhã. No Evangelho de Lucas, no capítulo 21, diz: “haverá homens e mulheres que desmaiarão de terror pela expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo”. Homens e mulheres que desmaiarão, desanimarão, só na expectativa de coisas que ainda não aconteceram, mas que poderão acontecer. Esse é o conceito de preocupação.
O texto que lemos, diz: “Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados”. O texto está dizendo para não nos deixarmos inquietar, atormentar, preocupar; para não fazermos da nossa vida um inferno, só de pensar nas coisas que poderão nos acontecer no dia de amanhã.
Esse mal tem adoecido muita gente de ansiedade profunda. É comum encontrarmos pessoas com síndromes causadas por ansiedade. Precisamos do balsamo que vem de Deus, para que nossa alma seja refrigerada, em um tempo de tanto tormento.
O apóstolo Paulo dá um conselho aos amigos que estão na cidade de Filipos, que eu quero transmitir para você: “Tenha moderação na vida. Pegue toda sua angústia e transforme em oração e súplica. Cuidado com o que você tem colocado na sua cabeça. Pois tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento. E a paz de Deus que excede todo o entendimento, guardará o teu coração e a tua mente em Cristo Jesus”.
Eu quero orar com você: Pai, aquieta nossos corações nesse dia. Que saibamos guardar nosso pensamento em ti. Tira tudo aquilo que nos atormenta a alma, que nos preocupa. Que nos sintamos em pastos verdejantes e águas de descanso. Para nossa paz e glória do teu nome, é o que te pedimos. Amém!“.

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

6 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *