Devocional

Ano novo, vida nova

“Então, disse eu: Já pereceu a minha esperança no SENHOR. Lembra-te da minha aflição e do meu pranto, do absinto e do veneno. Minha alma, continuamente, os recorda e se abate dentro de mim. Quero trazer à memória o que me pode dar esperança” (Lamentações 3)

Hoje é dia primeiro de janeiro, ano novo! Temos a impressão, que naturalmente, sem nenhum esforço, poderemos dar início a uma nova etapa. De um jeito totalmente diferente, com tudo novo. O problema é que sensorialmente não estamos convencidos disso. O ano é novo, mas parece que tudo continua como antes.

Ao acordar percebi os mesmos sons, escutei os pássaros cantando e alguns carros passando. Quando abri a porta do quarto, tudo estava como quando acordei ontem, que era “ano velho”. Confesso que precisei fazer minha devocional com mais consciência.
Não sei você, mas eu confesso que queria ter resolvido algumas pendências no ano de 2019, mudado algumas coisas e não aconteceu.
O texto que lemos, registra um momento da vida do profeta Jeremias: ele está cheio de desejos de recomeçar, porque os dias não são fáceis. Jeremias precisa de estratégia para renovar o ânimo. Ele começa a pensar nos últimos dias que tem vivido. O profeta está desesperançoso e só consegue enxergar situações ruins. Ele lembra da aflições, do choro e se sente amargurado. De repente, Jeremias para e diz: “Quero trazer a minha memória o que me dá esperança”. Aqui mora o segredo para adquirirmos ânimo para viver, não só um ano novo, mas, uma vida nova: você e eu temos memórias que poderão nos trazer esperança. Boas memórias que poderão renovar nossa expectativa. Jeremias começou a pensar na fidelidade de Deus, nas suas misericórdias e bondade.
Eu quero orar com você: “Pai, estamos diante de um novo ano. Queremos contemplar com os olhos espirituais, uma nova etapa da nossa vida. Ajuda-nos a pensar de forma edificante. Queremos trazer a nossa memória o que nos dá esperança. Para o nosso bem e a tua glória. Amém!

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *