Devocional

Animados na caminhada

“Deus faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansam e se fatigam, e os moços de exaustos caem, mas os que esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam” (Isaías 40)

Certamente precisaremos de força e vigor para desbravarmos o novo ano que se inicia. Se alguém me perguntasse qual a maior necessidade para enfrentarmos o que virá, eu responderia: o ânimo. Com a presença do ânimo, tudo se torna mais fácil. Sem o ânimo, até um manancial, se apresentará na nossa frente como um deserto. Tem muita gente adoecendo na alma, desanimando sem um motivo aparente. Mas a bíblia diz, no Evangelho de Lucas, que haveria um tempo em que homens e mulheres desanimariam pela expectativa de coisas que sobreviriam ao mundo. Acho que esse tempo chegou. Vivemos um tempo desanimador. Um tempo de muita desumanização, indiferença, violência, corrupção. Tem muita gente cansada, sem forças, perdendo o vigor. Não é uma coisa que alcança apenas velhos, conheço jovens que estão desanimados, desesperançosos. O texto que lemos, diz: “Os jovens se cansam e se fatigam, e os moços de exaustos caem”.
Nos dias de Isaías, o povo está cansado, desanimado, precisando de restauração, de renovação, e a palavra profética traz uma orientação, dizendo: “Deus faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor”. Precisamos de uma força que vem do alto. Precisamos desse ânimo de Deus. Independente de circunstâncias, favoráveis ou não, poderemos experimentar algo excelente nesse novo ano. A vontade de Deus é que alcemos voos altos. O texto diz: “os que esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam”. O ânimo é fruto da esperança. Quando colocamos a nossa esperança em Deus, renovamos as nossas forças.
Eu quero orar por você: “Pai, ensina-nos a esperar em ti. Sei que isso renovará as nossas forças. Nos fará subir com asas como águias. Seremos livres de toda fatiga na alma. Para nosso bem e tua Glória. Amém!

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *