Devocional

A vontade perfeita

“venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu” (Mateus 6)

Henry Drummond, teólogo escocês que nasceu em 1851, falando sobre o texto do Apocalipse, capítulo 21, onde João teve a visão de uma cidade que descia do céu e que a identificou como sendo, “A Nova Jerusalém”, disse: “O que João viu, não foi outra cidade senão a sua. Era Jerusalém, a sua cidade, só que estava toda modificada. O projeto é delirante para quem não crê, mas para João que cria, era a coisa mais óbvia do mundo. Porque conhecendo Jesus como João conhecia, ele bem sabia que se seguisse a sua vontade, sua cidade poderia ser transformada.”
Essa é a ideia do texto que lemos, da oração ensinada por Jesus. De que precisaríamos acreditar que a vontade de Deus é sempre boa, agradável e perfeita. Gosto como Jeremias narra essa verdade, quando o povo hebreu está no cativeiro babilônico e se desespera, pensando que Deus tem algum tipo de castigo para torturá-los. Jeremias profetiza, dizendo: “Eu é que sei que planos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; planos de bem e não de mal, para vos dar um futuro que desejais”.
Às vezes temos uma fé supersticiosa, são crendices que deformam nossa visão de Deus. Conheço muita gente que jamais oraria pedindo para que Deus fizesse a sua vontade na sua vida. Isso porque acredita em um Deus austero, rigoroso, punitivo, vingativo; um Deus impessoal e distante da nossa necessidade humana.
Eu quero desafiar você que vive algum drama familiar, a orar, dizendo: “Deus, seja feita a tua vontade na minha família”. Eu quero desafiar você que tem alguém que ama muito e sofre porque essa pessoa está presa por algum grilhão, alguma cadeia, algum vício, a orar, dizendo: “Deus, seja feita a tua vontade”.
Orar desejando a vontade de Deus é acreditar na sua bondade. Interessante como a bíblia mostra claramente que só acreditar que Deus existe, não faz muita diferença. Precisamos acreditar que Deus é bom, que se apressa em nos acolher e consolar.
Eu quero orar com você: “Pai, nos auxilia a enxergarmos a tua bondade. Ajuda-nos a acreditar que a tua vontade é sempre boa, agradável e perfeita. Que possamos ouvir tua voz falando aos nossos corações, de que tens planos de bem a nosso respeito, planos agradáveis, para nos dar um futuro desejável. Para nossa paz e tua glória. Amém!”
Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *