Devocional

A vida como ela é

“O SENHOR é o meu pastor; nada me falta. Me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso; refrigera-me a alma. Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome. Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo. Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre” (Salmo 23)

Gosto como o salmista Davi, através das lentes da sua crença em Deus, consegue retratar a realidade da vida. Sente-se completo na sua existência. É como se enxergasse sentido em tudo que faz, por isso, diz: “O SENHOR é meu pastor; nada me falta”. Encontro muita gente sem fé, angustiada, cansada de tudo, porque não mais enxerga sentido na vida. Gente com alma atribulada, precisando de refrigério. Davi, por acreditar em Deus e encontrar sentido naquilo que faz, mesmo vivendo períodos de tribulação, como todo ser vivente, tem uma alma cuidada e refrigerada. Ele diz: “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo. Me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso; refrigera-me a alma”. A vida é feita de momentos agradáveis, mas, também, de vales da sombra da morte. Precisamos de fé para atravessarmos esses vales. Precisamos acreditar no Deus cheio de bondade e misericórdia. No Deus que a sua justiça, como diz no Evangelho de Mateus, “não esmaga a cana quebrada, nem apaga o pavio que fumega”. Esse Deus que tem sua justiça voltada, não para a condenação, mas para a salvação do órfão e da viúva. Davi termina esse salmo, expressando suas convicções. Sabe que não está só. Sente-se envolvido pela bondade e misericórdia de Deus. Ele Diz: “Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre”. Você pode estar com alguns questionamentos comuns, do tipo: Por que deveríamos enxergar e adorar um Deus assim? Por que Deus necessitaria do meu reconhecimento, adoração, e culto? Eu diria que, Deus não precisa! A necessidade do reconhecimento, adoração e culto, é nossa. É inerente do nosso ser! Existe em você, a necessidade do reconhecimento da companhia do Deus cuidador. Eu quero orar com você: “Pai, ajuda-nos a enxergarmos a tua companhia na nossa caminhada. Que possamos atravessar momentos de tribulação, com a convicção da tua presença. Para nosso bem e tua glória. Amém!

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *