Devocional

A santificação que nos protege

“Senhor, a ti clamo, dá-te pressa em me acudir; inclina os teus ouvidos à minha voz, quando te invoco. Suba à tua presença a minha oração, como incenso, e seja o erguer de minhas mãos como oferenda vespertina. Põe guarda, Senhor, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios. Não permitas que meu coração se incline para o mal, para a prática da perversidade na companhia de homens que são malfeitores; e não coma eu das suas iguarias” (Salmo 141)

Vejo nesse Salmo de Davi, uma necessidade de oração específica, por um tempo que tenta influenciá-lo. Acredito que precisamos desse salmo como a nossa oração, nesse nosso tempo de grande influência de perversidade. Ore comigo: “pai, te clamamos por socorro nesse tempo em que somos constantemente influenciados por pensamentos perversos, sanguinários, violentos. Que a nossa oração suba diante de ti como um incenso, como um aroma suave as tuas narinas. Que a nossa oração possa ser uma manifestação dos teus desejos, nesse mundo de grande distanciamento do teu coração. Não permitas que o nosso coração se incline para o mal, para a prática da perversidade. Que homens e mulheres malfeitores e perversos, não nos influencie no nosso pensamento. Pois é em nome de Jesus que nós te oramos. Amém

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *