Devocional

A renovação interior

“Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso ser exterior se corrompa, contudo, o nosso ser interior se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas” (2 Coríntios 4)

Quando a bíblia ensina a buscarmos o reino de Deus, nunca sinaliza para algo que encontraremos na nossa exterioridade. Esse reino sempre será encontrado na nossa interioridade. Se entendermos o reino de Deus como uma coisa fora de nós, nem sempre o teremos ao nosso alcance. Se assim o entendermos, esse reino de Deus não dependerá somente da nossa escolha, teremos outras variáveis, e não é isso que consta nos ensinamentos do Jesus de Nazaré. Outra característica do reino de Deus, é que não o encontramos no campo óptico, visual, aparente. Ele não depende das probabilidades, das lógicas, das circunstâncias. O reino de Deus é identificado por fé, na esperança. A bíblia diz que, fé é a convicção de fatos que se não veem. Diz, também, que esperança que se vê não é esperança. No Evangelho de Lucas, no capítulo 17, Jesus, interrogado pelos fariseus, sobre quando viria o reino de Deus, disse: “Não vem o reino de Deus com visível aparência. Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Lá está! Porque o reino de Deus está dentro de vós”. Isso é maravilhoso, tremendo, e muito confortante. Sabemos que essa experiencia do reino de Deus na nossa vida, mesmo diante de desafiadoras circunstâncias, adversidades, tribulações, nos faz seguir firmes e renovados. Em algum momento da sua vida, você já olhou e viu uma grande bagunça ao seu redor, e por estar com a sua interioridade harmonizada em Deus, mesmo assim se sentiu em paz, como se estivesse num lugar a parte? O texto que lemos fala sobre isso. De que as vezes, a impressão que temos, é que por fora tudo está se acabando, mas, porque estamos na esperança, não desanimamos, nosso interior se sente renovado. A narrativa, diz: “Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso ser exterior se corrompa, contudo, o nosso ser interior se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas”. Estamos passando por um período de tribulação. Tem muita gente desanimada, com sua interioridade perturbada, alma cansada. Precisamos fortalecer nossa esperança, cuidar da nossa fé. Eu quero orar com você: “Pai, o momento não é fácil. São muitas as dificuldades ao nosso redor. Precisamos de ânimo. Fortalece a nossa esperança. Aumenta-nos a fé. Para nossa renovação interior e tua glória. Amém!

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *