Devocional

A possibilidade da mudança

“Jesus atravessava a cidade de Jericó e eis que um homem, chamado Zaqueu, maioral dos publicanos e rico, procurava ver quem era, mas não podia, por causa da multidão, por ser ele de pequena estatura. Então, subiu numa árvore a fim de vê-lo, porque havia de passar por ali. Jesus chegando àquele lugar, olhando para cima, disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, pois me convém ficar hoje em tua casa. Ele desceu a toda a pressa e o recebeu com alegria. Todos os que viram isto murmuravam, dizendo que ele se hospedara com homem pecador. Entrementes, Zaqueu se levantou e disse ao Senhor: Senhor, resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, restituo quatro vezes mais. Então, Jesus lhe disse: Hoje, houve salvação nesta casa” (Lucas 19)

No dia em que não mais acreditarmos na possibilidade da transformação humana, desacreditaremos na eficácia do evangelho. No dia em que não mais acreditarmos na possibilidade do arrependimento, estaremos negando a pregação das boas novas do Jesus de Nazaré. Essa narrativa, é uma história de transformação da vida de um homem.
Naquela sociedade existiam os publicanos. Eram judeus cobradores de impostos à serviço do governo romano. Eram considerados como traidores e apóstatas. Traidores, porque sendo judeus, trabalhavam em favor do opressor de Israel, que era Roma. Apóstatas, porque aquela atitude era uma negação à crença judaica. Não só para os judeus, ser um publicano era algo tão perverso, que Teócrito, poeta grego, perguntado qual seria a mais cruel das feras, disse: “Entre os animais do deserto, é o urso e o leão; entre os animais da cidade, é o publicano”.
Zaqueu, além de publicano, era ladrão e corrupto. O texto que lemos informa que Jesus, passando pela cidade de Jericó, atraiu uma multidão. Zaqueu, que morava ali, sabendo que ele passaria por aquele lugar, subiu numa árvore para vê-lo. Jesus olhou para cima e disse: “Desce daí, porque hoje me hospedarei em tua casa”. Os judeus que ouviram, começaram a reclamar, dizendo: “Não está certo, Jesus se hospedar na casa desse pecador”. Tanta casa em Jericó para se hospedar, Jesus escolheu logo a casa de Zaqueu. Como pode ser isso?
Acredito que Jesus queria mostrar aos habitantes de Jericó, aos seus apóstolos e a todos os seus seguidores, que sua mensagem trazia a esperança da mudança humana. Deus quer falar a você e a toda nossa geração, que é possível mudarmos a nossa história. Estamos diante de um novo ano, e você precisa acreditar na possibilidade de coisas novas.
Eu quero orar com você: “Pai, desejamos mudança nas nossas vidas. Nos ajuda a crermos primeiro na mudança de pessoas que estão próximas a nós. Envia o teu Espírito sobre nós, e auxilia-nos a crermos. Para nossa edificação e tua glória. Amém!

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *