Devocional

A imagem de Deus em nós

“A mim, o menor de todos os santos, me foi dada esta graça de pregar aos gentios o evangelho das insondáveis riquezas de Cristo e manifestar qual seja a dispensação do mistério, desde os séculos, oculto em Deus, que criou todas as coisas, para que, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus se torne conhecida, agora, dos principados e potestades nos lugares celestiais” (Efésios 3)

A base da fé cristã, é a crença de que fomos feitos a imagem e semelhança de Deus. A bíblia diz que somos feituras de Deus, criados em Cristo Jesus para as boas obras. Quando diz que fomos criados em Cristo Jesus, é porque assim como em Jesus é manifestada a imagem de Deus, também em nós, essa imagem deve ser manifestada. O texto que lemos, fala da revelação recebida pelo apóstolo Paulo. Diz que um segredo estava guardado no coração de Deus, antes que o mundo fosse feito. Ele diz: “A mim, o menor, me foi dada esta graça de manifestar qual seja a dispensação do mistério, desde os séculos, oculto em Deus, que criou todas as coisas”. Paulo continua, dizendo: “Através da igreja, a multiforme sabedoria de Deus se torne conhecida, agora, dos principados e potestades nos lugares celestiais”. É responsabilidade da igreja, fazer Deus conhecido. Interessante que Deus será conhecido, não só na terra, mas, também, diante dos anjos. A expressão, ‘principados e potestades nos lugares celestiais‘, significa anjos nos céus. É como se os anjos não conhecessem as muitas formas de Deus agir, e a igreja ensinasse acerca desse conhecimento. A gente compreende melhor como isso acontece quando consideramos o fato de que igreja é um lugar de relacionamentos. Por isso costumo dizer, que igreja é um lugar de pessoas que se querem bem. Que se importam umas com as outras. Que se relacionam em amor. Fora desse ambiente, não existe igreja. Igreja é só isso. Tem muita gente querendo inventar muitas coisas, mas igreja é apenas isso. Igreja é um lugar onde aprendemos a nos relacionar em amor. A bíblia diz que o único objetivo da igreja reunida é para o aperfeiçoamento das pessoas. Como diz na Epístola aos Efésios: “Para que cheguemos à unidade da fé, à medida da estatura de Cristo, para o desempenho do serviço”. Que serviço? Tornar Deus conhecido. Quando convivemos em amor, muitas coisas acontecem. Inclusive, algumas vezes, nos entristecemos uns com os outros. As vezes infringimos, transgredimos, nos atritamos, nos ferimos, surgem as rupturas, nos dividimos. E, quando isso acontece, é preciso misericórdia, perdão, reconciliação. Outro exemplo, é quando alguém sofre alguma dor. Surgem os sentimentos de empatia, compaixão, bondade. Todos esses atributos manifestados na igreja, são atributos de Deus, e não nossos. Foram colocados em nós pela graça divina. Quando acontecem as rupturas e nos reconciliamos através do perdão, os anjos olham e veem, não o nosso perdão, mas o perdão de Deus. Por isso, os anjos dizem: “Agora sim, estamos compreendendo com clareza, acerca do perdão de Deus”. Quando somos generosos, cheios de bondade e misericórdia, porque fomos feitos à imagem e semelhança de Deus, os anjos olham e aprendem acerca da multiforme graça e sabedoria divina. Eu quero orar com você: “Pai, nos faz igreja. Nos faz manifestar a tua imagem diante de homens, mulheres, principados e potestades nos lugares celestiais. Para nossa edificação e tua glória. Amém!

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

One Comment

  • MARCOS CESAR DE ALMEIDA

    Glória a Deus, a igreja é o local de manifestar Deus entre nós através dos relacionamentos para que depois o mundo conheça Deus através de nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *