Devocional

A excelência do poder de Deus

“Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós. Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos; levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo” (2 Coríntios 4)

Como disse Abraham Heschel, no seu livro “O Schabat”, a vida é a conquista de espaço em detrimento do tempo; e, um dia, o espaço acabará abruptamente na barreira do tempo. Na medida que vamos vivendo, vamos gastando a vida. Na medida que vamos caminhando, construindo, conquistando, vamos gastando o tempo. Quando Jesus disse, “aquele que perder a sua vida por minha causa achá-la-á”, estava falando sobre isso. Jesus estava dizendo: Gaste sua vida com aquilo que realmente importa! Gaste seu tempo com aquilo que realmente vale a pena! Jesus, por ter uma nobre causa, coloca seu modelo de vida, como orientação daquilo que faria uma vida valer a pena. O conselho de Jesus, seria: Viva intensamente. Não se esquive das realidades da vida. Não tente viver só aquilo que é momentaneamente fácil, agradável; mas, também, enfrente o choro, a queda, a perda, o aborrecimento. No Livro do Eclesiastes, no capítulo 3, diz: “Há tempo de sorrir, e tempo de chorar; tempo de derrubar, e tempo de edificar; tempo de ganhar, e tempo de perder; tempo de amar, e tempo de aborrecer”. Para um cristão, o maior desafio da vida é seguir os passos do Jesus de Nazaré. Não com um super poder, com força miraculosa, mas com toda a fragilidade humana. Não de qualquer jeito, mas crendo que nisto estará a excelência do poder de Deus. O texto que lemos, diz: “Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós. Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos; levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo”. Mesmo sendo frágeis como um vaso de barro, suscetíveis de tribulação, perplexidade, abatimento, Deus nos capacitará com os atributos de Jesus para que enfrentemos os desafios do nosso tempo. Ore comigo: “Pai, sabemos, em meio a toda tribulação, desafios do nosso tempo, ameaças que estão sobre nós, que não estamos desamparados. Fortalece-nos na fé, nos encoraja, para que a excelência do teu poder se manifeste através da vida de Jesus em nós. Para nosso bem e tua glória. Amém!

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

One Comment

  • MARCOS CESAR DE ALMEIDA

    Tremendo “Deus nos capacitará com os atributos de Jesus para que enfrentemos os desafios do nosso tempo”. Muito obrigado Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *