Devocional

A conversão da nossa humanidade

“Porque para mim, tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente, não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós. A ardente expectativa da criação aguarda a revelação dos filhos de Deus. Pois a criação está sujeita à vaidade, não voluntariamente, mas por causa daquele que a sujeitou, na esperança de que a própria criação será redimida do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação, a um só tempo, geme e suporta angústias até agora” (Romanos 8)

O sofrimento não é estéril, sempre produz alguma coisa. Sei que esse momento não é bom. Mas o fato de estarmos irmanados na nossa condição humana, sofrendo as mesmas fragilidades, tem nos tornado mais sensíveis. Existe um clima de empatia, solidariedade. É possível que depois de todo esse sofrimento, nos enxergaremos como irmãos. Esse texto que lemos, fala que a própria natureza sofre angústia, por isso aguarda com expectativa a nossa conversão. Eu quero orar com você: “Pai, ensina-nos nesse tempo de sofrimento, a sermos melhores pais, irmãos, amigos. Nos torna pessoas melhores. Para nosso bem e tua glória. Amém!”

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *