Devocional

A comunhão que nos fortalece

“Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba, a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes. É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o SENHOR a sua bênção e a vida para sempre” (Salmo 133)


Tenho conversado com muita gente cansada, esgotada. Passamos por momentos difíceis que roubam as forças. Essa é a razão porque li esse salmo. Ele fala de renovação da vida. Diz que a união, a comunhão, a amizade, vem sobre nós como um bálsamo. Não só como um bálsamo, mas, também, como o orvalho que desce sobre os montes. Essa figura de linguagem, do orvalho dos montes, traz o significado de renovação. É como se o salmista estivesse dizendo: Quando estamos unidos com pessoas, somos renovados na alma, assim como o orvalho dos montes é renovado todas as manhãs. Quando enxergamos as pessoas como irmãos, somos surpreendidos pelo bálsamo de Deus que refrigera nosso espírito.
Eu quero orar com você: “Pai, em um tempo que nos sentimos cansados, envelhecidos na alma, ensina-nos acerca da comunhão. Que possamos enxergar nos relacionamentos, uma possibilidade de renovação da alma. Ajuda-nos, nesse tempo de intrigas e divisões, a percebermos o valor da amizade. Para nosso descanso, bem espiritual e tua glória. Amém!

Flávio Leite

REFLEXÕES AUTORAIS SOBRE HUMANIDADE Palestrante, educador e estudioso da filosofia e do comportamento humano 👇🏽Leia a crônica da semana www.flavioleite.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *